Meu Sabático de 100 dias – Capítulo 25 – Um sonho chamado Suíça

Fiz minha day trip em Munique e fui dormir cedo para madrugar e partir para meu próximo destino do meu sabático: um sonho chamado Suíça.

Como fui?

Desta vez fiz meu deslocamento de trem, pois meu sonho era fazer um passeio de trem pela Suíça. Juntei o útil ao agradável, comprei a passagem com certa antecedência e paguei 31,40 €. Não foi no melhor horário (saí às 03:24 em Munique), não foi a opção mais rápida e cômoda (pois tive que fazer baldeação em Mannheim e Basel), mas deu pra sentir o gostinho de ver belas paisagens pela janela do trem. Aliás, vale ressaltar aqui que o trem que eu peguei na Suíça não tinha wifi gratuito (e aquele que eu peguei de Sarajevo a Mostar na Bósnia tinha).

Estação de Munique

Onde fiquei?

Passei apenas uma noite em Interlaken e fiquei hospedada no Brienzstrasse 30 Interlaken (que eu acho que nem existe mais). A localização era boa, mas o local não era dos melhores. Poucas tomadas, apenas um banheiro e, para completar, fui devorada por bed bugs (agora que eu fui escrever este post procurei o local no Booking e vi várias reclamações de bed bugs. Lembro que enviei uma mensagem para eles relatando o ocorrido e eles responderam que nunca tinham recebido este tipo de reclamação… aham Cláudia, senta lá).

E como foi este meu sonho suíço?

Da janela do trem eu olhava encantada aquelas montanhas cobertas de neve e os lagos de águas azuis. Desembarquei e fiquei meio confusa para chegar no hostel, pois não tinha traçado minha rota antes, meu celular estava sem chip e não tinha internet no trem. No fim das contas fui tentando olhar no Maps sem internet e consegui chegar no local. No caminho, uma turista pediu para eu tirar uma foto dela e foi minha hora de pedir para que ela me retribuísse o favor e garantir minha primeira e melhor foto em Interlaken.

Curtindo a view do trem
Paisagens do caminho
A foto da turista

Subi uma estrada sem calçada, cheguei no hostel e pude fazer meu check in fora do horário. Preciso confessar que fui muito bem atendida e bem recebida pelo anfitrião. Ele era iraniano, me ofereceu suco, biscoitos, fez câmbio pra mim… pude comprovar a fama de hospitaleiros dos iranianos.

Deixei minhas mochilas no hostel e saí para passear. Em Interlaken eu não tinha passeios programados, por isso fui andando sem rumo pelas ruas e explorando os lugares. Passei por uma igreja de pedra e achei genial que quando você passava em frente a porta, ela abria automaticamente (como sou caipira rs).

Por fora…
… por dentro

Depois passei por um grande parque e entrei nas lojinhas para ver o preço dos ímãs (que variavam de 3 à 7 francos). Acabei comprando o de 3 que foi o mais caro de todo o meu sabático. Também fui ao mercado e comprei algumas barras de chocolates suíços para experimentar e trazer na mochila (aliás, na Bósnia eu também comprei um chocolate que parecia um Kit Kat muito gostoso para trazer pro Brasil).

Alguns dos vários chocolates suíços

Depois foi hora de pegar uma trilha no lago. Cruzei com pouquíssimas pessoas no caminho, por isso pude curtir o momento, a natureza, o silêncio. Sentei num dos banquinhos e fiquei admirando as montanhas, as árvores, o lago, aquelas casinhas que pareciam de filme… foi um momento bem mágico que eu espero guardar pra sempre na memória. A Eve dos Alpes Mogianos conheceu pelo menos um pouquinho dos Alpes Suíços… quem diria!

A trilha…
… e as paisagens

A noite já estava começando a cair, então decidi voltar para o hostel e curtir o fim do dia sentadinha na varanda. Depois tomei banho, fiz meu jantar: um bom e velho miojo que eu tinha na mochila e um pão delicinha que eu trouxe da Alemanha. As pessoas costumam fazer o maior auê falando que a Suíça é muito cara, por isso decidi levar minha comida e ir mesmo sendo cara. No final das contas eu passei por uns lugares onde vi umas comidas com um preço até que ok, mas acabei não gastando por já ter ido munida de alimentos.

Uma varanda destas, bixo!

Fui dormir cedo e no meio da noite fui acordada por hóspedes sem noção que ascendem a luz do quarto. Mais uma vez madruguei, arrumei minhas tralhas e parti para pegar o ônibus para o meu próximo destino.

Vamos falara sobre valores?

Em Interlaken eu gastei 11 € no dia (sem incluir a estadia, é claro). Mas Eve, você nem comeu lá… no que gastou? Ímãs e chocolates! rs

E aí? Gostou?

Fiquei pouco na Suíça? Sim! Mas valeu a pena? Pra mim, com certeza pois feito é melhor do que perfeito! Interlaken parece uma pintura e foi um grande prazer conhecer pelo menos um pouquinho deste lugar.

E se você quiser saber como foi este meu dia nos alpes suíços é só conferir os destaques do meu Instagram.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close